Educação Financeira para todos

Os recursos de segurança evitam, identificam e solucionam o uso não autorizado dos dados do cartão. Um exemplo disso é a utilização do chip, que permite que a operação seja realizada apenas por meio de um terminal de pagamento com a utilização de senha de segurança.

Tecnologia contra fraudes

Outro recurso disponível ao lojista, especialmente ao que comercializa produtos e serviços pela internet, é o chamado código CVV2 ou código de segurança. Formado por três dígitos localizados no verso do cartão, esse código confirma se o plástico está nas mãos do verdadeiro portador nas operações on-line ou por telefone. Se um fraudador obtiver apenas o número do cartão, mas desconhece o código CVV2, a transação não será realizada.

O sistema de verificação nas compras on-line também pode prevenir o uso indevido do plástico. Por meio dele, quem está realizando as compras com cartão deve informar não só os dados do cartão, como uma senha pessoal do banco emissor.

Em seguida, as informações da transação são enviadas para o banco, que autentica e confirma a compra. Todo o processo acontece em uma página que está sobre a página da loja, evitando que o cliente seja redirecionado para fora do site. Isso evita problemas com phishing, pop ups indesejados ou até o abandono do carrinho de compras no meio da transação.

O lojista pode encontrar ainda mais recursos, alguns deles gratuitos, no próprio site da administradora de cartões.

Tecnologia contra fraudes

Compartilhar